Acabamentos 24/09/2018

Saiba como avaliar a qualidade dos acabamentos do seu próximo apartamento

Quando você for escolher o seu próximo imóvel, além de se preocupar com a localização e com o tamanho da residência, é fundamental avaliar a qualidade do acabamento do apartamento que pretende comprar. Um bom material proporciona muito mais do que beleza e sofisticação ao ambiente, sendo que ele influencia diretamente o conforto e o valor do imóvel.

Para que uma residência possa ser considerada de alto padrão, é necessário que ela seja construída com um acabamento de primeira linha. Sabendo disso, reunimos a seguir algumas dicas sobre o que é necessário avaliar antes de adquirir o seu próximo apartamento. Boa leitura!

Observe a qualidade dos materiais utilizados

Por ser uma das etapas mais caras de uma obra, muitas construtoras decidem economizar no acabamento do apartamento e optam por escolher materiais de baixa qualidade e de procedência duvidosa. Com isso, os revestimentos têm uma vida útil menor, o que proporciona o surgimento de patologias e defeitos de maneira precoce.

Dessa forma, procure saber com a construtora quais marcas foram utilizadas durante a construção. Outra boa dica é ter uma atenção maior com os pisos. Uma vez que eles são os revestimentos que mais sofrem desgastes devido à ação externa, é necessário que eles sejam de elevada qualidade.

Analise a forma com a qual o acabamento foi instalado

Além de avaliar a qualidade do acabamento do apartamento, é necessário verificar com cuidado a forma com a qual ele foi instalado. Mesmo que o material seja de primeira linha, caso o revestimento tenha sido mal instalado, ele tende a se soltar.

Para isso, se o revestimento for de porcelanato, basta dar algumas batidas com a mão no material. Se surgir um barulho de oco, provavelmente a equipe de instalação não passou argamassa o suficiente na peça.

Veja se o tipo de revestimento é apropriado para o ambiente

Nos ambientes que possuem áreas “molhadas” — como as cozinhas, banheiros e áreas de serviço — é comum o uso de revestimento em cerâmica ou porcelanato. Esse material sofre menos com a umidade e facilita a limpeza desses ambientes.

Todavia, não é necessário que todas as paredes do cômodo sejam revestidas. O ideal é que sejam revestidas as partes que tenham mais contato com a água, como as paredes das pias e os boxes do chuveiro e da banheira.

Alguns arquitetos também priorizam que a rodabanca tenha um acabamento em porcelanato ou pastilha, visto que é na bancada que ocorre o preparo dos alimentos e, normalmente, fica próxima ao fogão. Isso facilita a limpeza e a higienização do ambiente.

Observe quinas e rodapés

Apesar de muitas pessoas não darem a devida importância às quinas e aos rodapés, caso eles sejam mal instalados podem prejudicar a qualidade do acabamento do apartamento. Por ser o componente que faz a união entre o piso e a paredes, o rodapé tem como principal função proteger a parede do desgaste. Já as quinas protegem os revestimentos instalados nas paredes, evitando que eles sofram impacto direto.

Como esses elementos são fundamentais na estética do imóvel, é preciso observar a forma como eles foram instalados. Para isso, observe se existe um excesso de massa nas quinas e se os rodapés estão alinhados.

O acabamento do apartamento é tão importante quanto as outras etapas da obra. Procure sempre saber a forma como foi feito e a qualidade dos materiais utilizados, garantindo beleza, conforto e sofisticação ao seu imóvel.

Caso você deseja ter certeza de que o apartamento foi construído usando acabamentos de boa qualidade, basta visitar os empreendimentos da Monterre.

Agora, se gostou dessas dicas sobre como avaliar o acabamento do apartamento, não deixe de curtir nossa página no Facebook e nos seguir no Instagram. Dessa forma, você receberá em primeira mão informações como essas em seu feed de notícias. Até a próxima!

Nós entramos em contato