Investimento 25/09/2017

Imóvel novo ou imóvel usado: como fazer a melhor escolha?

Em função dos altos valores patrimoniais e financeiros envolvidos e da influência que um imóvel exerce na qualidade de vida das pessoa que o ocupam, as aquisições no mercado imobiliário exigem que o comprador permaneça atento para vários detalhes que serão determinantes para os resultados que o investimento será capaz de proporcionar.

Entre os principais, a escolha entre adquirir imóvel novo ou imóvel usado é um dos mais relevantes.

Afinal, além das questões dos custos envolvidos existem também os aspectos relacionados ao conforto dos moradores. Para lhe ajudar nessa avaliação, nós preparamos esse post. Confira!

O preço do imóvel usado

Considerando os aspectos de mercado, uma boa vantagem que um imóvel usado pode apresentar sobre o novo de mesmo padrão e localização está na possibilidade dele ter um preço um pouco mais baixo.

Ora, é fato que o patrimônio imobiliário apresenta real valorização ao longo do tempo. Contudo, com o passar dos anos, o desgaste provocado pelo uso e a própria evolução do mercado podem reduzir o preço dos imóveis usados, se comparados com os imóveis novos.

Vale destacar que as inovações tecnológicas aliadas às novas tendências arquitetônicas permitem que os imóveis de construção recente sejam mais funcionais e que apresentem qualidade construtiva mais elevada. Esses são aspectos que seriam suficientes para justificar o valor mais elevado dos imóveis novos.

Por esse motivo é possível que o preço mais baixo de um imóvel usado o torne uma boa alternativa de investimento. Contudo, é preciso ter cuidado com essa afirmação, uma vez que existem riscos que precisam ser considerados.

Custos extras

Para que o investimento em um imóvel usado seja verdadeiramente compensador, é necessário que ele esteja em perfeitas condições de uso e atualizado, com capacidade para atender às exigências da vida moderna. Nesse ponto surge uma dúvida: será que realmente o imóvel usado pode cumprir esses requisitos?

De fato, é preciso considerar que aquele desgaste provocado pelo uso e pelo tempo já mencionado acima, possivelmente, exigirá que o imóvel seja reformado.

Além disso, como as características construtivas são do passado, também será necessário investir substituição de materiais de acabamento instalação de equipamentos modernos, que sejam capazes de adequar o imóvel usado às exigências da vida atual.

Portanto,é preciso avaliar se uma aparente vantagem do preço mais baixo do imóvel usado será mantida diante do custo com os reparos e com a modernização que ele poderá exigir.

Documentação

Outra questão a ser levantada sobre o imóvel usado diz respeito à regularidade da documentação. Como os imóveis fazem parte do patrimônio de pessoas ou de empresas, existe sempre a possibilidade deles serem parte ou motivos de disputas judiciais, que estejam gravados como garantia de pagamento de dívida ou que recaiam sobre eles outros ônus  que impeça a venda.

Sendo assim, a análise da documentação de um imóvel usado deve ser feita de maneira muito criteriosa. Caso contrário, um investimento que aparente ser vantajoso pode se transformar em um grande problema.

O imóvel novo

Diante do exposto, podemos ressaltar as características que tornam o investimento em um imóvel novo mais conveniente e segura.

A começar pelo fato do imóvel nunca ter sido usado, o que determina que ele deva estar em perfeitas condições de uso.

Caso contrário, a garantia da construtora é suficiente para assegurar que todos os reparos necessários sejam realizados sem nenhum custo adicional.

Além disso, é importante ter em mente que os imóveis novos foram construídos de acordo com as técnicas mais recentes e que foram equipados com o que há de mais moderno no mercado. Eles podem ser personalizados com maior facilidade, sem a necessidade de demolições para reformas.

Vale ressaltar que todo empreendimento imobiliário precisa estar 100% regularizado para que possa ser comercializado. Isso garante que a documentação do imóvel novo esteja em ordem, sem qualquer risco para o comprador.

Portanto, respondendo à pergunta que enseja este post, podemos dizer que na hora de escolher entre imóvel novo e usado a primeira opção geralmente é mais vantajosa.

Caso você deseja mais informações sobre este ou sobre outros temas o mercado imobiliário, entre em contato conosco. Teremos satisfação em lhe ajudar!